Passo a passo: decoração de um casamento com flores

Através do uso de bonitos arranjos florais para um casamento, a utilização de flores é sempre um dos pontos de decoração absolutamente indispensáveis, em qualquer festa, em especial numa festa de género. As flores não se devem excluir de maneira alguma, do orçamento que tiver estipulado para o seu casamento, por mais pequeno e barato que o arranjo possa ser.

Para conseguir um efeito final repleto bom gosto e glamour nos arranjos florais de casamento para a decoração, não são necessárias carradas de flores. Por vezes a simplicidade de um pequeno arranjo floral ou de um ramo pequeno de flores conseguem fazer verdadeiros milagres, criando dessa forma espaços muito simples, mas cheios de sofisticação e elegância.












Neste poste iremos tentar dar-lhe uma pequenina ideia de como poderá conseguir criar uns ambientes bonitos, sem que para isso seja necessário arruinar a sua conta bancária. Uma das nossas principais dicas consiste em escolher buquets feitos com uma só qualidade de flores, em vez de optar por arranjos bastante elaborados que são compostos por diversas qualidades diferentes.

Os buquets feitos a partir de uma única espécie de flores, ou a simples colocação de uma flor pequena numa bonita jarra, atraem muitas vezes uma maior atenção aos olhares por serem arranjos mais simples e mais modernos, do que um buquet demasiado elaborado. Também poderá optar por utilizar na sua decoração de casamento, arranjos florais colocados dentro de vasos.

Pequenos vasos com flores igualmente pequenas, como por exemplo os amores-perfeitos, as violetas, os narcisos conseguem fazer uma belíssima decoração floral, não só quando colocadas nos parapeitos do salão da boda, como também quando espalhadas pelas diversas mesas onde se sentarão os seus convidados.

Também o uso de flores campestres, atraem pelo seu aroma encantador.

Usar flores para a escolha dos arranjos florais na decoração casamento é algo sempre importante, uma vez que torna muito agradável a entrada no local, e onde elas nos atraem não só pela beleza das suas cores, mas também pelo aroma. Sim, porque o factor do olfacto, não é menos importante do que a beleza das cores.

Imagine-se a entrar num determinado local e sentir um aroma absolutamente inebriante. Temos por isso, mais uma sugestão para si: a de colocar vasos com pequenas ervas aromáticas à entrada do local onde irá receber os seus convidados. Dessa forma poderá estimular o sentido do olfacto, que será depois seguido pelo sentido da visão que por sua vez dá lugar ao sentido do tacto.

Afinal quem não aprecia cheirar belas flores e depois poder tocar-lhes, como se faz por exemplo com a planta aromática do manjerico, onde lhe tocamos com a mão e nos deliciamos depois com a sua fragrância?